top of page

A calvície é hereditária? Como a genética influencia?

A Calvície e sua Hereditariedade:

Desvendando os Mistérios da Genética Capilar


A calvície é um tema que intriga e preocupa muitas pessoas em todo o mundo. Entre os diversos fatores que podem contribuir para a queda de cabelo, a genética desempenha um papel fundamental. Mas afinal, a calvície é realmente hereditária? Como a genética influencia esse processo tão comum e impactante na vida de muitos indivíduos?


Para entender melhor essas questões, vamos explorar mais profundamente o papel da genética na calvície e como isso influencia as opções de tratamento disponíveis. E para nos auxiliar nessa jornada de descoberta, contaremos com a expertise do renomado Dr. Gustavo Martins, médico dermatologista e cirurgião dermatológico, fundador do Instituto Brasileiro de Transplante Capilar (IBTC), referência em excelência na área de transplante capilar e tratamentos para calvície.



Entendendo a Hereditariedade da Calvície


A calvície, também conhecida como alopecia androgenética, é uma condição caracterizada pela queda progressiva e permanente dos cabelos. Embora possa afetar homens e mulheres, é mais comum entre os homens e tende a se manifestar de maneira diferente entre os sexos. Uma das principais causas da calvície é a predisposição genética, ou seja, a herança dos genes ligados à queda de cabelo.


O Papel dos Genes na Calvície


Os genes associados à calvície são herdados dos pais e podem determinar a sensibilidade dos folículos capilares ao hormônio di-hidrotestosterona (DHT). Em indivíduos geneticamente predispostos, o DHT pode encurtar a fase de crescimento do cabelo, resultando em cabelos mais finos e curtos. Com o tempo, os folículos capilares podem encolher e parar de produzir cabelo, levando à calvície permanente.



Como a Genética Influencia as Opções de Tratamento


Uma vez que a calvície tem uma base genética, os tratamentos disponíveis visam principalmente interromper ou retardar o processo de queda de cabelo. Isso inclui o uso de medicamentos como o minoxidil e a finasterida, que ajudam a estimular o crescimento capilar e a bloquear os efeitos do DHT. Além disso, o transplante capilar é uma opção eficaz para restaurar permanentemente a densidade capilar em áreas afetadas pela calvície, utilizando folículos capilares saudáveis de outras áreas do couro cabeludo.



Referência de Excelência: Dr. Gustavo Martins e o IBTC


Para aqueles que buscam tratamentos para a calvície, contar com a orientação de um profissional qualificado e experiente é essencial. O Dr. Gustavo Martins, com sua vasta expertise em dermatologia e cirurgia dermatológica, é reconhecido como uma autoridade no campo do transplante capilar e tratamentos para calvície. Fundador do Instituto Brasileiro de Transplante Capilar (IBTC), o Dr. Gustavo e sua equipe dedicada oferecem soluções personalizadas e de última geração para atender às necessidades individuais de cada paciente, proporcionando resultados naturais e duradouros.



Em resumo, a calvície é, em grande parte, determinada pela genética, mas isso não significa que não há opções de tratamento disponíveis. Com a orientação certa e os tratamentos adequados, é possível retardar ou reverter os efeitos da calvície, restaurando não apenas os cabelos, mas também a autoestima e a confiança. E com a expertise do Dr. Gustavo Martins e do IBTC, você pode ter a certeza de estar em boas mãos em sua jornada para combater a queda de cabelo e recuperar sua aparência e bem-estar.

15 visualizações

Comments


bottom of page